O OCULUS QUEST 2 VALE A PENA?

A realidade virtual (RV) está cada vez mais presente e desenvolvida. Hoje, não só o mundo dos jogos pode contar com esse tipo de experiência, mas até mesmo os ambientes de trabalho. Mas quem procura por óculos de realidade virtual ou headsets, costuma ter dúvida sobre qual comprar. Atualmente, o mais popular é o Oculus Quest 2, mas será que ele é bom mesmo?

A Oculus é uma marca que se manteve na vanguarda da realidade virtual por diversos anos. Tendo criado o headset Oculus Quest, ela lançou o seu sucessor em 2020, o Oculus Quest 2. Atualmente a Oculus pertence à Meta, a empresa de Mark Zuckerberg que é dona do Facebook. Oficialmente, o Oculus Quest 2 agora é chamado de Meta Quest 2. Apesar disso, ele continua sendo mais conhecido por seu antigo nome. Ver o preço

CARACTERÍSTICAS DO OCULUS QUEST 2

O Oculus Quest 2 tem um valor muito acessível, saindo por U$ 299. Esse é um dos motivos pelos quais ele se tornou o produto de RV mais vendido da história, ultrapassando 10 milhões de unidades. Ele vem acompanhado de dois controles, um carregador e um espaçador para quem usa óculos.

O acabamento do Oculus Quest 2 é em plástico, mas a parte que se prende na cabeça é produzida com tecido. O headset é bem leve, pesando apenas 500 g. O console conta com um processador Qualcomm Snapdragon XR2, modelo desenvolvido especificamente para aplicações de realidade virtual. Ele tem 6 GB de RAM e capacidade de armazenamentos de 128 GB ou 256 GB.

A resolução do Oculus Quest 2 é de 1832 por 1920 pixels em cada olho. A taxa de atualização da tela pode chegar a até 120 Hz. A bateria do aparelho tem uma autonomia que varia entre 2h e 3h, dependendo do uso. Outra limitação em relação ao tempo de uso pode ser o desconforto: passar muito tempo com esse headset pode começar a causar incômodo.

Os controles são bem leves e fáceis de usar. No entanto, eles não são recarregáveis. Funcionam com pilhas AA, tendo uma autonomia estimada de 30h. O áudio integrado do headset é bastante eficiente e emite sons nítidos, não sendo necessário usar fones de ouvido adicionais. O headset também tem um microfone que funciona bem para os jogos multiplayer.

CONFIGURAÇÃO DO HEADSET

Um ponto negativo do Oculus Quest 2 é que, para usá-lo, é preciso ter uma conta do Facebook. Isso pode ser desagradável para quem não se sente seguro com as políticas de privacidade da empresa, que esteve envolvida recentemente em alguns escândalos.

Ao iniciar o Oculus Quest 2, você deve ajustar sua zona de segurança. Através de câmeras na parte externa dos óculos, você consegue ver o ambiente ao seu redor e usar os controles para definir até que distâncias você pode se mover sem esbarrar em nada. O ideal é ter um raio de pelo menos 2 m para se mover livremente.

Quando estiver jogando, o headset te avisa se você cruzar os limites estabelecidos no ambiente, mostrando para você o que está à sua frente através da câmera. Também dá para configurar o headset para ver o ambiente com a câmera sempre que tocar na lateral dele. A presença de câmeras na parte dianteira permite, ainda, que o headset possa monitorar sozinho os movimentos dos controladores, não sendo necessários sensores adicionais.

Ao utilizar o headset pela primeira vez, você tem acesso a um tutorial bastante rico que ajuda a descobrir todas as potencialidades do console. Depois disso, uma biblioteca imensa de jogos pode ser acessada. Ela ainda aumenta muito se você se conectar com um PC.

Para ter uma boa experiência wireless com o PC, é preciso ter uma conexão sem fio potente, do tipo Wi-Fi 6. Caso contrário, é possível conseguir resultados perfeitos através de uma conexão USB 3.0.

O FUTURO DO OCULUS QUEST                   

Atualmente, a Meta estaria trabalhando em uma nova linha de headsets, que vem sendo chamada de Cambria. No entanto, não se sabe quando esses novos modelos começarão a ser de fato disponibilizados. Além disso, está para ser lançado o PS VR 2, da PlayStation. Por isso, muitas pessoas têm ficado inseguras sobre adquirir um Oculus Quest 2 agora.

Ainda sem ter uma clareza sobre essas novas possibilidades, para quem for comprar hoje um headset, o Oculus Quest 2 continua sendo uma opção excelente. Como ainda não tem muito tempo de vida, deve continuar sendo uma alternativa viável pelos próximos anos. Ele pode não ser o melhor headset, não contando com a potência do Valve Index, por exemplo. Mas pelo preço mais acessível, com certeza tem o melhor custo-benefício.

DÚVIDAS COMUNS

  • Quanto custa o Oculus Quest 2?

O valor do Oculus Quest é de R$ 3,399. Ele não é distribuído diretamente no Brasil, portanto precisa ser importado. Geralmente, ele sai por volta de R$ 3,399 mil por aqui, veja nesse link.

  • O que dá para fazer com o Oculus Quest 2?

Dá para jogar de forma independente ou conectada a um PC. Outra função é assistir filmes e séries de plataformas como a Netflix e a Amazon Prime. No YouTube, é possível assistir vídeos em 3D. Também dá para usar o headset para outras ferramentas de realidade virtual, como atividades de trabalho, por exemplo.

  • O Oculus Quest vem com games?

O console conta com uma ampla biblioteca interna de jogos que pode ser aumentada se conectado a uma PC. Mas é preciso comprar os jogos, e a maioria custa entre US$ 10 e US$ 30.

  • Quanto dura a bateria do Oculus Quest 2?

A autonomia da bateria do Oculus Quest varia entre 2h e 3h, dependendo do uso.

  • Quanto tempo leva pra carregar o Oculus Quest 2?

Entre 2 horas e 2 horas e meia.

  • Haverá um Oculus Quest 3?

O Oculus Quest 2 pertence à Meta, e hoje essa empresa trabalha num projeto que tem sido chamado de Cambria. Ainda não se sabe com que nome essa nova linha de headsets da empresa será lançada.

Fique atento à P2E CREW para mais informações sobre o mundo dos jogos e metaverso. Acesse o nosso Discord e nossas demais mídias sociais!

Posts relacionados

Deixe um comentário