PLAY TO EARN: O QUE É, COMO FUNCIONA E OS PRINCIPAIS JOGOS

Coin98.net

Você já ouviu falar dos jogos play to earn? Se a resposta for não, fique tranquilo: fizemos este artigo para te apresentar a eles. Mas se você já conhece, também vale a pena ver a revisão que preparamos!

O significado da expressão “play to earn” (também conhecida pela sigla P2E) é “jogar para ganhar”. Claro que o objetivo de todo jogo é ganhar, mas nos jogos play to earn, isso não quer dizer apenas vencer o jogo. Também significa ganhar algo a mais. E o que seria? Dinheiro ou itens que valem dinheiro!

Para a gente entender como isso funciona, antes de mais nada, é preciso conhecer o significado de algumas expressões importantes no universos dos jogos play to earn, como criptomoeda, blockchain e NFT. Então vamos começar por aí.

Criptomoeda

A palavra “criptomoeda” é uma junção das palavras “criptografia” e “moeda”. Criptografar significa codificar dados. Uma vez criptografados, eles só podem ser lidos por quem tem uma chave. Essa lógica é usada na troca de informações pela Internet. Assim, ninguém consegue interceptar o que uma pessoa compartilha com outra.

As criptomoedas são moedas digitais. Diferente do Real e do Dólar, por exemplo, elas não têm nenhuma correspondência física, existindo exclusivamente de forma virtual. É o caso do Bitcoin e do Ethereum, por exemplo. Portanto, o motivo para elas serem criptografadas é justamente o fato de elas serem basicamente dados trocados através da Internet.

As transações envolvendo as criptomoedas são descentralizadas, porque não passam por um órgão controlador, como um banco, por exemplo, sendo administradas por protocolos de segurança digitais. Como veremos a seguir, os jogos play to earn têm suas próprias criptomoedas.

Blockchain

A palavra “blockchain” é uma junção de “block”, que significa “bloco”, e “chain”, que significa “cadeia”. Portanto, quer dizer “cadeia de blocos”, no sentido de uma sequência de blocos, um atrás do outro. Trata-se de blocos de informação. É que blockchain é uma forma de armazenar dados na Internet. Esses dados são guardados em pedaços, ou blocos, conectados uns aos outros.

Todas as transações envolvendo criptomoedas ficam registradas através dessa tecnologia. Portanto, o blockchain funciona como um livro de registros que não pode ser alterado. Os dados não ficam em um único servidor, mas existem inúmeras cópias deles pelo mundo, seguindo uma lógica de descentralização. Sempre que é feita uma alteração no blockchain, ela é validada por milhares de computadores, tornando o processo extremamente seguro. Os jogos play to earn utilizam a tecnologia blockchain.

NFT

NFT é uma sigla para “non-fungible token”, que quer dizer “token não fungível”. Não adiantou muito traduzir, né? Bom, vamos lá! Token é um gerador de senhas eletrônicas, como aqueles códigos de verificação enviados para o celular. Um token não fungível é um código gerado para ser insubstituível, único.

Uma nota de cem reais, por exemplo, pode ser trocada por outra do mesmo valor. Mas uma obra de arte não pode ser trocada por uma réplica dela. Só existe uma. Pensando nisso, o NFT foi criado para garantir a legitimidade de um objeto virtual e para provar que ele é propriedade de alguém. É como um selo de autenticidade. Isso pode representar um GIF, um tweet ou um item de um jogo, por exemplo.

O NFT também utiliza a tecnologia blockchain para o registro dos dados. Como vamos ver a seguir, os NFTs são a base da monetização dos jogos play to earn.

Play to earn X Pay to win

Como sabemos, em muitos jogos gratuitos, chamados “free to play” ou “livre para jogar” existem itens pagos sem os quais fica muito difícil vencer. É o caso dos jogos apelidados de “pay to win”, ou “pagar para ganhar”. O play to earn também tem como base o modelo free to play, mas surge com uma ideia oposta. Enquanto nos jogos pay to win você gasta dinheiro, nos jogos play to earn você ganha!

Como funcionam os jogos play to earn?

Nos jogos play to earn, os jogadores têm o controle sobre itens monetizáveis, como personagens, territórios ou cartas, por exemplo. Cada um deles é um NFT. Do ponto de vista financeiro, esses itens são chamados de “ativos”. Quanto mais os usuários jogam, mais eles valorizam esses itens.

Em troca dessa valorização dos itens do jogo, os desenvolvedores podem retribuir ao usuário com criptomoedas. Mas o mais importante é que o jogador tem a posse dos NFTs, que valem mais dinheiro à medida em que o jogo avança. Por isso, quanto mais você joga, mas você gera capital.

Economia dos jogos play to earn

Se alguns usuários criam NFTs caros, quem paga por eles? Outros usuários, é claro! Os que querem ter NFTs mais fortes para jogar ou adicionar mais NFTs à sua coleção.

É verdade que, em games que não são play to earn, muitos jogadores vendem suas contas para outros. Mas nos play to earn, essa é uma lógica regulamentada e incentivada. Afinal, os NFTs são propriedade do jogador, não dos desenvolvedores. Por isso, o usuário tem o direito garantido de vender livremente seus NFTs, sem ter que negociar sua conta junto.

Mas alguns desses games têm uma característica que os aproximam um pouco dos jogos pagos ou dos pay to win. É que alguns jogos play to earn exigem que seja feito um investimento inicial, geralmente comprando um certo número de NFTs, para depois ter acesso às funcionalidades do jogo.

Os jogos play to earn têm mercados internos (marketplaces) nos quais os jogadores podem vender seus NFTs uns para os outros. Cada usuário tem sua “carteira” ligada aos ativos que ele possui no jogo. Em cada venda, os desenvolvedores cobram uma taxa, que é a forma de eles terem sua parcela de lucro. O valor cobrado pelo blockchain da Ethereum, chamado de taxa de gás, é o mais conhecido.

As transações são intermediadas por um smart contract (contrato inteligente), que é um contrato digital autoexecutável que garante o valor legal da transação. Esses jogos têm uma economia aberta, e o tipo de transações financeiras que eles utilizam é chamada de DeFi (Finanças Descentralizadas), porque ocorre sem intermediadores.

A descentralização é muito importante nesse modelo. Como vimos, as criptomoedas não são controladas por um órgão central, e a base de dados dos jogos não fica em um único servidor, mas espalhada por milhares de computadores na blockchain.

Fonte de renda

Você sabia que tem gente que tem tirado toda a sua renda dos jogos play to earn? Nas Filipinas, um grupo de jogadores do game Axie Infinity chamou atenção da mídia ao garantir a renda de suas famílias em uma pequena comunidade rural do país, durante a pandemia de Covid-19, unicamente através do game. Há jogadores que afirmam ganhar até R$ 12.500 por mês a partir desse mesmo jogo.

Para o fundador da P2E CREW, Matheus Souza (Celtic), “os jogos play to earn vão ser um dos maiores mecanismos de distribuição de prosperidade que o mundo já viu”.

Os play to earn fazem uma integração definitiva entre o mundo dos jogos e o da economia, tornando seus aplicativos descentralizados (DApps), os softwares dos jogos, uma forma de entretenimento e de ganhar dinheiro ao mesmo tempo.

As criptomoedas dos jogos play to earn estão impactando o mercado financeiro internacional a ponto de gerar especulações e investimentos. Criptomoedas tradicionais, como o Bitcoin, por exemplo, não têm tido um índice de valorização muito expressivo. Por outro lado, algumas criptomoedas de jogos play to earn têm chegado a valorizações de mais de 10.000% em menos de um ano.

Metaverso

Alguns games play to earn criam verdadeiros universos ou mundos virtuais no qual nos inserimos através da experiência do jogo. Esses mundos compartilhados pelos jogadores permitem não só que eles interajam entre si, mas também façam parte da construção desses próprios universos, que estão sempre em expansão.

O ambiente virtual que permite a experiência de imersão em mundos virtuais paralelos ao nosso é chamado de metaverso. Nele, podemos criar a nossa própria identidade, construir nosso espaço e fazer parte de uma realidade complexa, dinâmica e totalmente diferente da nossa.

DAO

Seguindo a lógica de descentralização, diversos jogos play to earn têm uma Organização Autônoma Descentralizada (DAO), que permite que cada jogador faça parte da gestão dos jogos. Ao invés de os desenvolvedores decidirem por si mesmos os próximos passos da administração do game, os próprios usuários votam para tomar essas decisões.

Para poder participar de uma DAO, é necessário possuir ativos nos jogos, seja na forma de NFTs ou de criptomoedas. O mais interessante é que os usuários precisam decidir apenas sobre os pontos mais importantes, porque a DAO gere o jogo de maneira automática em relação à maioria das tarefas, através de algoritmos abertos.

Código aberto

O fato de os jogos play to earn utilizarem a tecnologia blockchain torna o seu controle muito mais democrático que o dos jogos tradicionais. Primeiro, porque a maioria dos sistemas blockchain tem código aberto (open source), permitindo uma maior clareza e acompanhamento sobre as mudanças implementadas no jogo.

Segundo porque o fato de os códigos blockchain não ficarem em um único servidor faz com que o jogo possa continuar mesmo que os desenvolvedores parem de produzi-lo. É que, se isso acontecer, um representante escolhido pela comunidade pode assumir o controle do jogo, uma vez que os dados não são de posse exclusiva dos criadores, estando disponíveis no blockchain.

A P2E CREW!

A P2E CREW é uma startup pensada para aproximar as pessoas que jogam os games P2E e criar uma comunidade de trocas de informações e dicas. Assim, você fica por dentro de tudo o que acontece de importante no universo dos jogos play to earn.

Sempre que surgir um jogo interessante e com boas oportunidades, pode aguardar que a equipe da P2E CREW vai preparar rapidinho um artigo exclusivo sobre ele. Faça parte das nossas mídias sociais e fique sabendo dos novos conteúdos em primeira mão. Entre no Telegram e no Discord da P2E CREW para não perder nada! Acesse também nossas outras redes sociais.

Alguns dos principais jogos play to earn

Atualmente, já existe uma variedade muito grande de jogos play to earn. Eles são voltados para diferentes públicos e pertencem a diversos gêneros. No entanto, vamos apresentar abaixo sete dos principais jogos play to earn, para que você conheça um pouco sobre esse cenário. Vem com a gente:

Axie Infinity

Axies são bichinhos que dão nome a esse jogo.

O Axie Infinity é um jogo criado no Vietnã, pelo estúdio Sky Mavis. Axies são os bichinhos de estimação dos quais você cuida no jogo. É possível gerar, fortalecer, colecionar, batalhar e trocar Axies. Esses personagens são baseados em axolotes, um tipo de salamandra. Cada um deles é um NFT. Para começar a jogar, primeiro é preciso comprar três Axies.

O jogador pode se aventurar em missões para ganhar itens que ajudam a fortalecer os Axies, criar um território para cultivar recursos e batalhar em torneios PvP (jogador contra jogador) concorrendo a prêmios em dinheiro.

Existem duas criptomoedas no game, Axie Infinity Shards (AXS) e Smooth Love Potion (SLP). Ambas utilizam a plataforma de blockchain da Ethereum. O Axie mais caro já comercializado foi vendido por 300 Ethereum (ETH). Isso equivale a mais de 4,5 milhões de reais! Mais de 90.000 ETH já foram comercializados no mercado interno do jogo.

Siga a Familia Axie Guild no Instagram para saber mais sobre esse jogo!

Decentraland

Decentraland tem ambientes que variam de acordo com a criatividade dos usuários.

Decentraland é o primeiro mundo virtual que pertence aos próprios jogadores. Nele, é possível comprar, vender e desenvolver terrenos, identificados por NFTs no blockchain. Além dos lotes (LANDs), roupas e diversos outros itens também funcionam como ativos no game.

O jogo pode ser livremente explorado, visitando as terras dos diferentes usuários. Cada uma é desenvolvida de acordo com a criatividade dos donos, havendo ambientes com características medievais e outros mais futurísticos, por exemplo. É possível acrescentar jogos e atividades no seu território, além de usá-lo para fins lucrativos.

Os usuários podem participar de uma Organização Autônoma Descentralizada (DAO). A criptomoeda do jogo se chama MANA e ela tem como base a plataforma blockchain da Ethereum. Para votar na DAO, é preciso ter LANDs ou investir MANA na Organização. Mesmo sem a posse desses ativos, os usuários podem explorar os terrenos do jogo gratuitamente.

Illuvium

Illuvials são criaturas mitológicas que habitam o universo desse jogo.

Illuvium é um jogo de batalha no estilo mundo aberto. O jogador viaja por um vasto território para caçar e capturar Illuvials, que são seres mitológicos. Depois de capturados, eles entram para o time do player e podem ser usadas em batalhas contra jogadores rivais. Dessa forma, o jogo mistura exploração com PvP, contando também com desafios e missões diárias.

Existem mais de 100 tipos de Illuvials, que ainda podem ser fundidos ou assumir novas formas. Essas criaturas podem ficar aprisionadas em Shards, que são um tipo de lasca de cristal. Há um cuidado muito grande no desenvolvimento do jogo com o design dessas criaturas, havendo o envolvimento de uma equipe formada por artistas de todo o mundo nesse processo.

A criptomoeda do jogo é a ILV. Geralmente, nas transações envolvendo o blockchain da Ethereum, como é o caso desse jogo, é cobrado um valor chamado taxa de gás. Mas, no Illuvium, o usuário tem isenção dessa taxa. O jogo também possui um sistema de governança descentralizado.

No Fraternidade Crypto, você também encontra bastante informação sobre esse game!

Mobox

Mobox são vários jogos em um.

Os NFTs do Mobox são pequenos monstrinhos chamados MOMOs. Eles podem ser usados na MOMO NFT Farmer para farmar (coletar) Mbox, que é a criptomoeda do jogo. É como se você colocasse seus bichinhos para trabalhar para você.

Cada MOMO tem um valor de Hash Power, que varia de acordo com a raridade dele. Quanto maior esse valor, mais moedas ele consegue coletar diariamente. Com essa dinâmica, o jogo te garante um retorno financeiro de forma passiva, ou seja, simplesmente por ter os MOMOs. Além da MOMO NFT Farmer, a ideia é que cada MOMO possa ser usado em outros jogos ao mesmo tempo. Um deles é o MOMO: Token Master. Trata-se de um jogo de batalhas, em que cada jogador compete com três MOMOs. A luta entre eles ocorre de maneira automatizada.

Também há o jogo MOMO: Block Brawler. Esse é um game de RPG, batalha e estratégia. Existem seis classes de heróis para o jogador escolher: Assassino, Bárbaro, Duelista, Ranger, Mago e Monge. Os MOMOs ajudam a fortalecer os heróis escolhidos, ao serem equipados com pedras que aumentem seus atributos.

O canal do ANTARES ESPECULADOR, no YouTube, tem diversos vídeos sobre esse jogo!

Splinterlands

Splinterlands é um jogo de cartas no estilo tradicional do gênero.

Splinterlands é um jogo de cartas colecionáveis que opera sob o blockchain da Hive. Ao iniciar o game, o jogador ganha um conjunto de cartas nível 1. Novas cartas podem ser adquiridas no mercado do game. Mas para ter acesso ao mercado, participar das missões diárias, entrar em algumas competições e ganhar criptomoedas no jogo, primeiro é preciso adquirir um livro de feitiços, por US$ 10,00.

O jogo oferece mais de 280 cartas diferentes, que podem ser combinadas entre si. Além dos seus atributos e valores, a posição na qual elas são colocadas durante a batalha influencia no seu desempenho.

Atualmente, Splinterlands é o jogo em blockchain com o maior número de usuários diários: mais de 280 mil. A principal criptomoeda do jogo é a Dark Energy Crystals (DEC). Mas também existe a Splintershards (SPS) cuja função é permitir ao detentor fazer parte do sistema de governança do game.

O canal do androide__, no YouTube, tem diversos vídeos sobre esse jogo!

The Sandbox

The Sandbox permite criar NFTs com facilidade.

The Sandbox é um mundo virtual com governança descentralizada em que os usuários podem usar seus territórios da maneira que quiserem, inclusive para monetizá-los. Esse jogo opera sob a blockchain da Voxel-Style e foi desenvolvido pelo estúdio Pixowl.

É possível criar diversos objetos, como animais, veículos e móveis utilizando o pacote de criação e modelagem Voxel3D. Esses objetos se tornam NFTs e podem ser comercializados no mercado interno do jogo. Também é possível criar jogos 3D sem custo através da ferramenta Game Maker. Para usar esse recurso, não é necessário ter conhecimento de programação, e a criação de jogos com a ferramenta pode ser realizada de forma bastante rápida.

Comprar terras (LANDs) pode render um bom dinheiro para o usuário, devido à valorização. Por outro lado, a venda delas tem dado uma ótima receita para os desenvolvedores do jogo. Para o usuário que compra, existe também a possibilidade de alugá-las para outro jogador. O game já conta com mais de 1 milhão de usuários ativos e a criptomoeda do jogo é a SAND.

Upland

O metaverso de Upland é uma cópia idêntica do nosso mundo.

Já imaginou brincar com aquele jogo de tabuleiro Banco Imobiliário e poder ganhar dinheiro de verdade com a negociação dos imóveis fictícios? Upland é um game que proporciona exatamente isso. Não é necessário fazer um investimento inicial para começar, pois os novos jogadores ganham um bônus para comprar seu primeiro imóvel.

As residências que estão disponíveis são uma réplica de tudo o que existe no mundo real. Os usuários compram, vendem e trocam imóveis que também existem de verdade, por meio de uma integração com o Google Maps. Alguém pode estar comprando a sua casa agora no jogo! Ou melhor: uma réplica dela!

Apenas os novos usuários podem comprar um tipo de imóvel mais barato, chamados de FSA (Fair Start Act). Os jogadores mais experientes ficam impedidos de adquiri-los. Assim, o jogo dá mais oportunidade para quem está começando obter um patrimônio, equilibrando a dinâmica para todos. O game é construído no blockchain EOS. Sua criptomoeda é o UPX.

Você pode continuar lendo mais sobre esse jogo no artigo: Upland: aprenda a jogar e ganhar dinheiro.

Siga também Upland Brasil no Instagram!

Continue com a gente!

É isso, pessoal! Esperamos que vocês tenham conseguido entender o básico sobre o universo dos jogos pay to earn. Se tiverem achado interessante e quiserem continuar acompanhando, não deixem de seguir a P2E CREW nas nossas redes sociais. No nosso Discord, temos um grupo de discussão sobre jogos, no qual todos os jogadores podem interagir, tirar dúvidas e fazer parte da comunidade.

Deixe um comentário