SIMPLIFICANDO DEFI COM IGOR BEVILÁQUA – SIMPLIFICANDO TUDO EP #07

Dentro da nova realidade trazida pela web3 e as blockchains, as finanças descentralizadas (DeFi) são uma das mudanças mais revolucionárias. Mas, para a maioria das pessoas, esse é um assunto bastante difícil de entender. Por isso, simplificar esse tema pode ajudar muita gente a aproveitar mais oportunidades. No episódio 7 do podcast Simplificando Tudo, convidamos o Igor Beviláqua para traduzirmos DeFi para vocês!

Igor Beviláqua é investidor e criador de conteúdo. Ele produz vídeos para as mídias sociais que buscam facilitar a compreensão de temas como criptomoedas, finanças descentralizadas e web3. Seu objetivo é mostrar que essas tecnologias são poderosos instrumentos para a liberdade individual.

Durante o episódio, Matheus Celtic e Igor Beviláqua falam sobre DeFi. Confira abaixo um pouquinho do que rolou no papo entre eles.

Igor Beviláqua é o convidado do episódio 7.

O QUE É DEFI

DeFi é um conjunto de produtos e serviços financeiros dentro da tecnologia blockchain. O que os bancos e instituições financeiras faziam antes, hoje nós conseguimos fazer. Com isso, temos todo o poder sobre as finanças de uma forma descentralizada, anônima e transparente.

COMO EMPRESTAR DINHEIRO

Para emprestar dinheiro, primeiro é preciso ter saldo em criptomoedas em uma carteira que consiga se conectar aos protocolos. A mais usada atualmente é a MetaMask. Então, você entra no site do protocolo e dá uma permissão para que ele veja o seu saldo. Depois disso, no site, você encontra quais moedas você pode emprestar e quais são as taxas de juros para cada uma.

OS 3 GRUPOS DE DEFI

As finanças descentralizadas se dividem em três principais grupos de produtos e serviços. O primeiro são os protocolos de lending, que é o empréstimo de dinheiro. O segundo são os sintéticos, que são tokens que representam o valor de alguma outra coisa. É como as stablecoins ligadas ao Dólar, por exemplo. O último grupo são as DEXes, as corretoras descentralizadas.

OS 4 RISCOS DE DEFI

O primeiro risco de DeFi é em relação aos contratos inteligentes, que podem apresentar problemas. O segundo é a emissão inflacionária. O terceiro é o chamado “impermanent loss”, que é quando você perde um token que se valorizou ao emprestá-lo para uma DEX. O quarto é quando a garantia para um empréstimo se desvaloriza.

SUMÁRIO DO EPISÓDIO

00:00 – Bem-vindo ao Simplificando Tudo #7

00:43 – Conheça o Igor Beviláqua

00:57 – Entenda o que é DeFi

02:34 – Dá para ter renda passiva com DeFi?

03:41 – Esses são os protocolos de DeFi

06:33 – É assim que se empresta dinheiro em DeFi

10:38 – Como funciona o direito de venda?

11:43 – Os 3 grandes ramos de DeFi

15:13 – Esses são os protocolos favoritos do Igor

17:20 – Confira as dicas para começar a aprender sobre DeFi

22:16 – Igor analisa o cenário contemporâneo de DeFi

29:57 – Atenção aos riscos de DeFi!

36:26 – Conclusões do Igor

Você pode escutar o episódio completo no YouTube ou no Spotify!

A exchange NovaDAX é parceira novamente da P2E CREW nesse projeto, nos apoiando na criação do Simplificando Tudo. Faça sua conta agora na NovaDAX usando o nosso link e ganhe até R$ 25!

O Simplificando Tudo tem novos episódios todas as terças-feiras. Veja a lista completa dos temas e convidados dos próximos episódios aqui.

Posts relacionados

Deixe um comentário